Página inicial

O Recital

Perguntam-me: -Por que esse verso odioso? Por que essas palavras ásperas, Falar de sentimentos indesejados? Perguntam-me, não diretamente, Levantando a voz em afronta. Talvez, para que não se pareçam o objeto de sua crítica. Perguntam-me com o olhar E com um receptivo sorriso A outras estranhas palavras de ternura. Dançam nas cadeiras Quando ergo aContinuar lendo “O Recital”

Pesado

sempre que eu ouço esse disco arranhado me lembro do surto me lembro do estado em que você ficou quando eu falei que iria nosso problema é destoante demais e você me conhece de outros carnavais nosso problema é que pra mim não há problema e pra você cada minuto é um dilema você seContinuar lendo “Pesado”


Siga meu blog

Receba novos conteúdos na sua caixa de entrada.